23 de fev de 2012

Victor Hugo



Victor Hugo nasceu em 26 de fevereiro de 1802, em Besançon, França. Poeta, romancista e dramaturgo, é, sem dúvida, um dos gigantes da literatura francesa. Seus romances mais conhecidos são: "Notre-Dame de Paris" (1831) e "Les Miserables" (1862). 
 
1816 -Aos 14 anos, ele diz: "Eu quero ser  Chateaubriand ou nada".


1819 -Ele ficou noivo, apesar do ciúme do seu irmão Eugène, e contra a vontade de sua mãe, de Adèle Foucher, uma amiga de infância.
1820


-Em 9 de março, Victor Hugo recebe uma pensão de 2000 francos du rei Louis XVIII pelo seu "Ode sur la Mort du Duc de Berry"

Adèle Foucher
1822 Victor Hugo publicou ses premières Odes. Ele se casa em 12 outubro com Adèle Foucher, na Igreja Saint-Sulpice. Seu irmão Eugène nunca se confomará. Afunda gradativamente na esquizofrenia e será internado.
1823 Em julho, nasce o primeiro dos seus 5 filhos, Léopold, como seu avô, mas morre aos 3 meses.
1824 Em março, Victor Hugo publica "Nouvelles Odes". Um ano depois da morte de Léopold nasce Léopoldine.
1825 Victor Hugo é feito cavaleiro da Légion d'Honneur. 
1826 Começa a escrever "Cromwell", um drama em verso. Em 2 novembro nasce Charles Hugo. Nesse mesmo mês ele publica "Odes et Ballades".

Juliette Drouet
De 1830 à 1840, publicou um grande romance histórico, "Notre-Dame de Paris" (1831); dramas, "Marion de Lorme" (1831), "Le roi s'amuse" (1832), "Marie Tudor" (1833), "Lucrèce Borgia" (1833),(peça na qual atua Juliette Drouet, que será sua amante até sua morte). Ver: Amores Célebres na França

Em 4 de setembro de 1843, sua filha Léopoldine e seu marido morrem afogados no Rio Sena, em Villequier, Haut Normandie. Victor Hugo estava nos Pyrenees e lê a notícia cinco dias depois em um jornal. Retorna à Paris no dia 12. Foi um período de luto e desespero. Parou de escrever durante três anos.

Em 4 de junho de 1848, Victor Hugo é eleito deputado. Nesse mesmo mês ele faz o seu primeiro discurso na Assembléia. Ele apoia a candidatura de Louis-Napoléon Bonaparte à presidência da Republica.


Em julho de 1849, Victor Hugo faz um escândalo na Assembléia, com um discurso sobre a miséria. Mesmo tendo apoiado a sua candidatura no ano anterior, ele se opõe a Louis-Napoléon, a quem considera um tirano.  Ele foge para a Bélgica.

Em agosto de 1852, Hugo se instalou em Jersey, uma ilha entre a França e a Inglaterra. Lá ele publicou "Les Châtiments". Os 98 poemas de Châtiments descrevem a sua cólera e a sua indignação após o golpe de estado de Louis Napoleon Bonaparte.

Em outubro de 1855, as autoridades de Jersey expulsam Victor Hugo. Ele vai para Guernesey, uma ilha ainda menor e mais selvagem que Jersey. Durante quinze anos ele fica no exílio, escrevendo sátiras daquele que ele chama "Napoléon le petit" (Napoleão o pequeno). É nessa época que ele escreve as suas maiores obras: "Les Contemplations", "La légende des siècles" e "Les Misérables"

Em 1856, com o sucesso das suas obras, ele compra Hauteville-House, uma grande casa à beira-mar. Sua filha Adele fica gravemente doente.

Em agosto de 1868, morre Adèle Hugo, sua esposa.

Em 1874, escreve "Quatre-Vingt-Treize" e de "Mes Fils"

Em Junho de 1878, Victor Hugo é vítima de uma congestão cerebral. Em 4 de Julho, parte para Guernesey e em 13 de Outubro, tem uma recaída. Em Novembro do mesmo ano, retorna à Paris, aonde é recebido triunfalmente, e se instala na Avenida d' Eylau, a sua última residência. Vai praticamente parar de escrever.

Em 27 de Fevereiro de 1881, uma imensa homenagem é feita a Victor Hugo, o dia do seu octogésimo aniversário. 600 mil pessoas, alunos, operários, parisienses de todos os horizontes desfilam durante todo o dia sob as suas janelas e deixam a Avenida d'Eylau coberta de flores. A avenida foi rebatizada neste ano, de Avenida Victor Hugo (XVIème).

11 maio de 1883, morre Juliette Drouet, sua companheira.

Na sexta-feira 15 de Maio de 1885, ele é vítima de uma congestão pulmonar. Morreu uma semana depois, em 22 de maio. O governo realizou um grande funeral. Dia 1 Junho, uma multidão lhe rendeu homenagem gritando " Vive Victor Hugo".



De acordo com seu último desejo, Victor Hugo foi enterrado no cemitério Père Lachaise. Poucos tempo depois, em junho de 1885, seu corpo foi transportado para o Pantheon.
 

Victor Hugo e Juliette Drouet

Quarto de Victor Hugo na Place de Vosges 6, Paris, aonde viveu de 1832 a 1848



Veja também 

 








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário