12 de mai de 2012

A Paris de Edith Piaf




Seguindo os Passos de Edith Piaf em Paris...






Belleville, seu bairro de infância



Em 19 de dezembro de 1915, nasceu Edith Giovanna Gassion no número 72 da Rue de Belleville

Diz a lenda que sua mãe, Annetta Maillard, cantora, e seu pai, Louis Alphonse Gassion, contorcionista, chegaram em casa ao raiar do dia, quando ela sentiu as contrações e deu a luz na rua. 

Mas a versão mais provável diz que a "môme Piaf" nasceu no Hospital Tenon, Rue de la Chine, a poucos metros da casa dos Gassion. 





Esquina da rue Troyon e da rue Mac-Mahon, XVIIeme



Aos 18 anos, teve uma filha, Marcelle, que morreu de meningite aos dois anos de idade em 07 de julho de 1935.

O universo de Piaf é nas ruas dos bairros de Belleville e de Ménilmontant

Em outubro de 1935, enquanto ela cantava na esquina da Rue Troyon e da Avenue Mac-Mahon, um homem elegante parou e a convidou para fazer testes. 

Foi assim que, aos 20 anos, a cantora de rua encontrou Louis Leplée, proprietário do cabaret Le Gerny's, que a lançou no palco. Foi ele que deu o seu nome artístico: la Môme Piaf.





Os cabarets





A jovem se impôs rapidamente nos palcos parisienses. Foi nos cabarés que explodiu o talento de Piaf.

Desde as suas primeiras apresentações, o público a aclamou, e a imprensa se entusiasmou. 

No Gerny's, o cabaré de Louis Leplée, na A.B.C, templo da music-hall parisiense dos anos 1930-1940 e depois nos clubes chiques da cidade, como o Night-Club ou o Amiral, Edith Piaf triunfou. 









Rue Leconte-de-Lisle



Foi no palacete da Rue Leconte-de-Lisle, em Auteuil, que viveu a grande paixão de Edith Piaf e de Marcel Cerdan.

Eles se encontraram em Nova York em outubro de 1947. Eles se instalaram em Auteuil em abril de 1948, mais a felicidade foi curta: em outubro de 1949, Cerdan foi vítima de um acidente de avião. Para Edith, foi o início da descida ao inferno.











67 bis boulevard Lannes



Depois de algum tempo entre Nova York e Paris, Edith Piaf reencontrou Jacques Pills, que a apresentou a Marcel Cerdan. 

Ele a ofereceu uma canção de um jovem autor desconhecido na época, Gilbert Bécaud. 

O trabalho com Jacques Pills se transformou em uma história de amor. 

Em 1953, o casal se instalou em um grande apartamento no 67 bis Boulevard Lannes, no XVIe arrondissement. Esse foi o último endereço de Edith Piaf. 









O Olympia

Entre 1955 e 1962, O Olympia se tornou o palco favorito de Edith Piaf. Ela ficou amiga do proprietário, Bruno Coquatrix.

Em 1956, depois de uma longa  tournée no exterior, ela reencontrou o público parisiense no Olympia. 

Foi um grande sucesso e Coquatrix prolongou o show. Ela ficou em cartaz 2 meses em 1958, e 3 meses em 1961.













Mairie du XVIe


A partir de fevereiro de 1962, Edith Piaf viveu com um cabelereiro grego de 25 anos, Théophanis Lamboukas.

Piaf o batizou de Théo Sarapo, "a única palavra grega que eu conheço, quer dizer eu te amo", disse ela.

O casal se casou em 9 de outubro de 1962 na mairie du XVIe arrondissement, logo após sua volta ao palco do Olympia. 













O Père-Lachaise

Morta aos 48 anos, Edith Piaf foi enterrada no cemitério du Père-Lachaise. No seu túmulo está gravado, a estrofe final do "L'Hymne à l'amour": "Dieu réunit ceux qui s'aiment". (Deus reune aqueles que se amam). 

Edith Piaf está enterrada ao lado de Théo, seu último marido, Louis-Alphonse Gassion, seu pai, e Marcelle Dupont, sua filha. Seu túmulo é um dos mais visitados, e fica na divisão 97 do cemitério. Seus admiradores deixam flores e mensagens.












O Museu Edith Piaf


No bairro de Ménilmontant, o museu-associação Edith Piaf guarda muitas lembranças da artista. 

Em um pequeno apartamento da Rue Crespin du Gast, "os amigos de Edith Piaf" reuniram vestidos de noite e outras roupas que pertenceram à cantora, assim como cartazes, cartas, esculturas e fotos. 














A Place Edith Piaf




Em 11 de outubro de 2003, para comemorar os 40 anos da morte de Edith Piaf, o prefeito de Paris, Bertrand Delanoë, inaugurou uma estátua da cantora, na Place Edith Piaf, a alguns metros do hospital Tenon, aonde ela nasceu em 1915. 22, Rue de la Py XXeme
Metro: Porte de Bagnolet














O cinquentenário da morte de Édith Piaf será comemorado dia 11 de outubro de 2013. 
Mostra, livros, vídeos de homenagem a vida, carreira, amores da cantora francesa.
"Edith Piaf, 50 anos já...", um festival no quartier de origem da cantora.
Este festival é realizado de 8 a 13 de outubro, em Belleville (19eme e 20eme) onde Edith Gassion nasceu, antes de se tornar a grande Piaf. 
Animações, stands de degustação, passeios organizados, serão propostas pelos moradores e comerciantes na área. 
Em 10 de outubro, uma comemoração acontecerá às 15 no seu túmulo na Père Lachaise, seguido por uma missa às 17 na Église Saint-Jean-Baptiste de Belleville. 
Personalidades como Renan Luce, Jean-Pierre Foucault ou Alain Delon estarão presentes no evento.





Veja mais sobre Edith Piaf: Amores Célebres na França



Escute uma Canção:

Je ne Regrette Rien http://youtu.be/Q3Kvu6Kgp88






Gares de Paris, RER, Transportes
Mapa Aeroporto Charles de Gaulle e Seus Terminais
Mapa Aeroporto Orly e Seus Terminais

Doce França e Paris - Dicas de Viagem
Regiões e Departamentos da França
Região Provence-Alpes-Cote-d'Azur
Região Centre
Região Auvergne
Região Champagne Ardenne

Região Midi-Pyrénées
Região Alsace
Região Lorraine
Região Poitou-Charentes
Região Bretanha
Córsega


Paris para os Apaixonados
Mapas Úteis de Paris
Paris para Crianças
Sugestões de Hotéis em Paris

As Fontaines de Paris
Os Perfumes Franceses
Fotos Históricas de Paris
Curiosidades, Lendas e Mistérios de Paris
Um Passeio pela Paris Medieval
Paris Antes e Depois
A Exposição Universal de 1889 em Paris
Paris no Cinema
As Portas de Paris

As Margens do Sena
Canal St Martin
Paris à Noite
Reveillon em Paris
14 de Julho em Paris
Maratona de Paris
Nuit Blanche Paris
Parques e Jardins de Paris
Paris Iluminada no Natal
Ano Novo Chines em Paris

La Défense
Passagens Cobertas de Paris
Um Passeio pelo 5eme
Bairro da Bastille
Um passeio pelo 13éme Arrondissement
Les Halles, Chatelet et Beaubourg
Jardin du Luxembourg
Opéra e Madeleine
Chaillot e Trocadero
Tuileries
Tour Eiffel e Invalides
Saint Germain des Prés

Cemitérios de Paris
Bouquinistes, Brocantes, Mercados em Paris
Av. des Champs Elysées
Ile St Louis
Quartier Latin
Montmartre
Montparnasse
Marais
Igrejas de Paris
As Mais Belas Catedrais da França
Pontes de Paris
Ile de La Cité

Giverny
A França Imortalizada na Pintura
Grandes Pintores Franceses
Fontainebleau
Rueil Malmaison
Versailles
Deauville

Estações Termais na França
Naturismo e Nudismo na França
Mercados de Natal na França
Festas Populares na França
Páscoa na França
Orient Express
Estações de Esqui na França
Os Hotéis mais Luxuosos da França
Le Tour de France

Vale do Loire
Vendanges
O Rio Loire
O Loire de Bicicleta
Tours
Plages de Debarquement
Saint Malo
Cancale

Mont Saint Michel

Lourdes
Caminho de Santiago na França


Canal du Midi
Strasbourg

La Rochelle

Culinária Francesa
Receitas
As Patisseries de Paris
Os Pães e as Boulangeries

Queijos

Vinhos
Restaurantes Românticos em Paris
20 Sugestões de Cafés em Paris

Músicas Francesas
Cap Ferrat
Saint Tropez
Cannes
Nice
Marseille

Saintes-Maries-de-la-Mer
Maria Madalena em Sainte Baume
 

Saudações
Pedindo Informações
Ao Telefone
Fazendo Compras
No Médico
Mais Frases Úteis
Tempo, Hora e Data

Amor e Paquera
No Trabalho
Datas Especiais, Mensagens de Aniversário e Natal
Viagem
Correspondência
Ditados Populares e Expressões em Francês
Conversando e Expressões em Francês
Expressões de Futebol 


Rio de Janeiro La Ville Merveilleuse 


Um comentário:

  1. Muito boa a matéria,como sempre Anna, bjs,Flavia

    ResponderExcluir