22 de out de 2012

A Cúpula das Galeries Lafayette, Paris



A Cúpula Centenária





Ela já se tornou atração turística, é um dos locais mais fotografados de Paris.



No coração do Galeries Lafayette, a cúpula construída em outubro de 1912, com vitrais e Jacques Gruber, de estilo neo-bizantino, espinha dorsal da loja, foi totalmente limpa em 2012 para comemorar seu centenário.  

Árvore de Natal de 2013


Árvore Natal de 2012

Símbolo da arquitetura Art Noveau, a Galleries Lafayette é considerada a Meca das compras da cidade. Recebe cerca de 100.000 visitantes por dia!

Centenas de marcas famosas, aqui você encontra de tudo. A área de sapatos ocupa 3000m2 !


Os lindos balcões de tirar o fôlego



Um Pouco da História das Galeries Lafayettes






Em 1893, dois primos, Théophile Bader e Alphonse Kahn, decidiram abrir uma loja de novidades de 70m², em uma pequena mercearia situada na esquina da Rue La Fayette e da Rue de la Chaussée d’Antin.

Rapidamente a loja seduziu pessoas de vários tipos: grandes burgueses, empregados de escritórios, pessoas que trabalhavam no ramo da costura... 

Em 1896, a sociedade comprou o imóvel do número 1 da Rue La Fayette e, em 1903, os imóveis dos números 38, 40 e 42 do Boulevard Haussmann, e também o 15 da Rue de la Chaussée d’Antin.

Théophile Bader confiou o layout das novas aquisições a Georges Chedanne em 1908 e depois ao seu aluno Ferdinand Chanut em 1912.

Este último criou um "bazar" de grande luxo aonde a abundância e o luxo das mercadorias chamariam a atenção dos clientes.


Inaugurada com grande pompa em outubro de 1912, a loja se distinguiu pelo refinamento do seu interior com 5 andares, seus "balcons" (varandas) e sua cúpula.
Segundo os desejos de Théophile Bader, uma luz dourada, vindo da cúpula, inundava o grande hall e a escadaria e fazia cintilar as mercadorias.

96 seções apresentavam as novidades, dentre as quais um salão de chá, uma biblioteca e um salão de cabelereiro.

Para se destacar dos concorrentes, Théophile Bader decidiu colocar ao alcance de suas clientes a última moda do momento.

Para isso, ele criou unidades de produção de roupas que fabricavam com exclusividade para as Galeries Lafayette.

Seu método era original para a época: ele ia às corridas e à Opéra, sempre acompanhado de uma desenhista que copiava discretamente os modelos das "elegantes". Em seguida, eles eram confeccionados com algumas adaptações.

Depois dos anos da crise de 1929 e da guerra, a loja teve que esperar os anos 50 para a sua retomada econômica.

Entre 1952 e 1956, as primeiras escadas rolantes foram instaladas, os halls interiores foram retirados, e dois andares acrescentados.

Em 1969, uma nova loja, reservada a juventude foi construída do outro lado da Rue de Mogador.

Em 1974, uma página foi virada com a retirada da escadaria e, em 1984, o andar térreo foi modificado para a colocação de butiques de marca.


Para compreender toda a história e percorrer o coração das Galeries Lafayette Haussmann, visitas guiadas são organizadas à pedido, para grupos de cerca de 20 pessoas: patrimoine@galerieslafayette.com 


Terraço das Galeries Lafayette


A loja principal, conhecida como Galeries Lafayette Haussmann, tem 7 andares. As outras lojas são a Lafayette Homme, com 4 andares, e a Lafayette Maison, com 5 andares.

Horários: Aberta de segunda-feira a sábado, das 09:30 às 20:00 hs, e as quintas-feiras até as 21:00 hs.

Estações de metrô: Chaussé-d'Antin-Lafayette (linhas 7 e 9).

Site em Português: http://haussmann.galerieslafayette.com/pt-br




Veja também...  
Paris Prática
Paris à Noite
Paris Gratuita  

Qual o Custo de uma Viagem à Paris  
Programas Baratos em Paris
Bouquinistes, Brocantes, Mercados em Paris

Gares de Paris, RER, Transportes
Mapa Aeroporto Charles de Gaulle e Seus Terminais
Mapa Aeroporto Orly e Seus Terminais
O Metrô de Paris  

Doce França e Paris - Dicas de Viagem
Sugestões de Hotéis em Paris
Paris para os Apaixonados
Mapas Úteis de Paris
Paris para Crianças


Curiosidades, Lendas e Mistérios de Paris
Um Passeio pela Paris Medieval  

Rue Mouffetard, La Mouffe
Paris Antes e Depois
A Exposição Universal de 1889 em Paris
Paris no Cinema
Amores Célebres na França
As Portas de Paris

As Margens do Sena
Canal St Martin
Reveillon em Paris
14 de Julho em Paris
Maratona de Paris
Nuit Blanche Paris
Parques e Jardins de Paris
Passagens Cobertas de Paris
Um Passeio pelo 5eme
Bairro da Bastille
Um passeio pelo 13éme Arrondissement
Les Halles, Chatelet et Beaubourg
Jardin du Luxembourg
Opéra e Madeleine
Chaillot e Trocadero
Tuileries
Tour Eiffel e Invalides
Saint Germain des Prés
Museus de Paris
Cemitérios de Paris

Av. des Champs Elysées
Ile St Louis
Quartier Latin
Montmartre
Montparnasse
Marais
Igrejas de Paris
As Mais Belas Catedrais da França
Pontes de Paris
Ile de La Cité

Giverny
Vale do Loire
O Rio Loire
O Loire de Bicicleta
Saint Malo
Cancale

Mont Saint Michel

Lourdes
Caminho de Santiago na França
Saint Jean Pied de Port  

Mercados de Natal na França
Festas Populares na França

Os Hotéis mais Luxuosos da França
Os Melhores Spas e Hammams de Paris

Naturismo e Nudismo na França

Culinária Francesa
Receitas
As Patisseries de Paris
Os Pães e as Boulangeries

Queijos

Vinhos

Músicas Francesas
Saint Tropez
Cannes
Nice
Marseille

Saintes-Maries-de-la-Mer
Maria Madalena em Sainte Baume
 

Saudações
Pedindo Informações
Ao Telefone
No Médico
Mais Frases Úteis
Tempo, Hora e Data

Amor e Paquera
Datas Especiais, Mensagens de Aniversário e Natal
Viagem
Correspondência
Ditados Populares e Expressões em Francês
Conversando e Expressões em Francês


Rio de Janeiro La Ville Merveilleuse 






21 de out de 2012

Nos Passos de Joana D'Arc

Estátua de Joana D'Arc em Chinon
Uma viagem que começa na Lorraine (no vilarejo de Domrémy), que prossegue por Chinon, Orléans, Reims, para terminar em Rouen...por onde ela passou existem ainda vestígios que podem ser vistos...

Figura de orgulho da história da França, Joana D'Arc (Jeanne d'Arc) comanda uma guerra para liberar seu país da invasão inglesa no século XV.

Respondendo a um apelo divino, ela ajudou Charles VII a se tornar o rei da França. Ela pagou um preço alto pelas suas convicções, pois foi condenada por heresia e queimada viva na fogueira em Rouen, em 1431.

Casa aonde Joana D'Arc nasceu
Joana d’Arc nasceu por volta de 1412 em Domrémy, na Lorraine.

Ela cresceu na época que a Guerra dos Cem Anos acontecia na França.

O rei da Inglaterra Édouard III revindicava o trono da França, mas a nobreza francesa se recusava e queria que a coroa fosse para o filho de Charles VI, o delfim Charles.  

Aos 12 ou 13 anos, ela declarou ter começado a ouvir vozes. Essas vozes celestes lhe ordenavam a levar o Delfim ao trono e a liberar a França da presença inglesa. Ela resistiu durante quatro anos para responder a esse apelo. 

Obediente às vozes que ouvia, Joana partiu à Vaucouleurs para encontrar o capitão Robert de Baudricourt, representante do delfim Charles e o convenceu a conseguir uma audiência. 

Castelo de Chinon
Uma profecia anunciava que uma virgem vinda de Lorraine salvaria o reino.

Joana d’Arc partiu para Chinon para encontrar o futuro Charles VII.

Diz a lenda que ela conseguiu reconhecer o futuro rei, mesmo ele estando com roupas simples, entre vários homens.

Ela lhe falou das vozes que ouvia. Desconfiado, Charles a submeteu a interrogatórios por autoridades religiosas de Poitiers, que verificaram também sua virgindade. 




Castelo de Chinon
Ela fez quatro previsões: os ingleses sairão de Orléans, o rei será coroado em Reims, Paris entrará no domínio real de Charles, e que o duque de Orléans voltará do seu cativeiro na Inglaterra. 

Charles aceitou lhe confiar um exército para liberar Orléans dos ingleses.

A "Pucelle" partiu para Orléans vestida com uma armadura e uma espada.

Na noite de 7 a 8 de maio de 1429, Joana conseguiu a vitória contra os ingleses e a notícia se espalhou por toda a França. Ela continuou seu caminho para Reims... 


Em 17 de julho de 1429, Charles foi coroado rei da França na catedral de Reims, na presença de Joana e se tornou Charles VII. Resta a Joana agora ir à Paris para tentar liberá-la.



Orléans
Casa de Joana D'Arc em Orleans
De Tours, onde ela recuperou sua nova armadura, Joana foi à Orléans. Ela entrou pela Porte de Bourgogne em 29 de abril de 1429 e dormiu na casa de Jacques Boucher, tesoureiro geral do duque de Orléans, hoje  casa de Jeanne d'Arc

Em 8 de maio, ela liberou a cidade com a tomada do Forte des Tourelles. Antes da batalha, ela se recolheu na igreja Saint-Paul e após, comungou na catedral Sainte-Croix




Ela foi feita prisioneira em Compiègne, em 23 de maio de 1430 pelos Bourguignons, que a venderam aos ingleses por 10.000 libras.
  



Todos os anos, Orléans celebra sua heroína com as "Fêtes Johanniques" que acontecem entre 29 de abril e 8 de maio. Essa manifestação tem o segundo maior desfile militar da França, várias animações e mercado medieval.





Rouen

Tour Jeanne d'Arc em Rouen
Da Tour de la Pucelle, aonde ficou presa, só restam alguns traços, no número 102 da Rue Jeanne-d'Arc. 

O donjon, batisado Tour Jeanne-d'Arc, é o único vestígio do château de Philippe Auguste. 

Ela foi levada à Rouen para ser julgada por um tribunal. Foi acusada de heresia e foi queimada viva na Place du Vieux-Marché em 30 de maio de 1431.  

Até o último momento, o rei Charles VII nada fez para libertá-la. 

Cheio de irregularidades, o julgamento foi anulado pelo Papa Calixtus III em 1456, e um segndo julgamento afirmou sua inocência. Ela foi beatificada em 1909 e canonizada em 1920.

Seu destino trágico inspirou escritores (Shakespeare, George Bernard Shaw, Jean Anouilh…), cineastas (Victor Flemming, Roberto Rossellini, Luc Besson…) e músicos (Verdi, Tchaïkovski).


Local da fogueira aonde Joana D'Arc morreu, em Rouen
Arqueólogos encontraram a localização precisa do martírio. Em frente ao local da fogueira está o pequeno museu  Jeanne-d'Arc e sua galeria de cera.
  



 
E mais... 
Chinon  
Museus de Paris 
Paris Prática

Mapa Aeroporto Charles de Gaulle e Seus Terminais
Mapa Aeroporto Orly e Seus Terminais
O Metrô de Paris  

Doce França e Paris - Dicas de Viagem
Regiões e Departamentos da França 

Sugestões de Hotéis em Paris
Paris para os Apaixonados
Mapas Úteis de Paris
Paris para Crianças


As Fontaines de Paris
Fotos Históricas de Paris
Curiosidades, Lendas e Mistérios de Paris
Um Passeio pela Paris Medieval
Paris Antes e Depois
A Exposição Universal de 1889 em Paris
Paris no Cinema
Amores Célebres na França
As Portas de Paris

As Margens do Sena
Canal St Martin
Paris à Noite
Reveillon em Paris
14 de Julho em Paris
Maratona de Paris
Nuit Blanche Paris
Parques e Jardins de Paris

Passagens Cobertas de Paris
Jardin du Luxembourg
Opéra e Madeleine
Chaillot e Trocadero
Tuileries
Tour Eiffel e Invalides
Saint Germain des Prés

Cemitérios de Paris
Bouquinistes, Brocantes, Mercados em Paris
Av. des Champs Elysées
Ile St Louis
Quartier Latin
Montmartre
Montparnasse
Marais
Igrejas de Paris
As Mais Belas Catedrais da França
Pontes de Paris
Ile de La Cité

Giverny
A França Imortalizada na Pintura
Grandes Pintores Franceses

Vale do Loire
O Rio Loire
Tours
Saint Malo
Cancale

Mont Saint Michel

Lourdes
Caminho de Santiago na França
Saint Jean Pied de Port  

Mercados de Natal na França

Os Hotéis mais Luxuosos da França
Os Melhores Spas e Hammams de Paris

Naturismo e Nudismo na França


Culinária Francesa
Receitas
As Patisseries de Paris
Os Pães e as Boulangeries

Queijos

Vinhos
Restaurantes Românticos em Paris

Músicas Francesas
Cap Ferrat
Saint Tropez
Cannes
Nice
Marseille

Saintes-Maries-de-la-Mer
Maria Madalena em Sainte Baume
 

Saudações
Pedindo Informações
Ao Telefone
No Médico
Mais Frases Úteis
Tempo, Hora e Data

Amor e Paquera
Datas Especiais, Mensagens de Aniversário e Natal
Viagem
Correspondência
Ditados Populares e Expressões em Francês
Conversando e Expressões em Francês


Rio de Janeiro La Ville Merveilleuse 

10 de out de 2012

Os Perfumes mais Vendidos na França


Top 10 da Venda de Perfumes na França em 2011



Em 2010, J’adore de Dior chegou pela primeira vez na frente do Chanel N°5. Em 2011, ele conservou o primeiro lugar no pódio das vendas. Também como em 2010, Angel de Thierry Mugler é o terceito colocado. 

A distância nas vendas entre o primeiro e o segundo colocado está se ampliando. Em 2010, a diferença entre o montante de vendas do J'adore e do Chanel N°5 foi de 38 mil euros, em 2011 essa diferença foi de 6 milhões de euros.

Os Dez Perfumes Femininos mais Vendidos em 2011

 

 

1- J'adore - Dior

2- Chanel  N°5
3- Thierry Mugler, Angel


4- Coco Mademoiselle - Chanel

5- Shalimar - Guerlain

6- Mis Dior Chérie

7- Flower by Kenzo

8- Lady Million - Paco Rabanne

9- Le Premier Parfum - Lolita Lempicka


10- Amor Amor - Cacharel

  Os Dez Perfumes Masculinos mais Vendidos em 2011



Para os homens, o trio dos primeiros colocados é o mesmo de 2010: 1 Million de Paco Rabanne, Le Mâle de Jean Paul Gaultier e Eau Sauvage de Dior.

1- Le Male - Jean Paul Gaultier


2- 1 Million - Pacco Rabanne


3- Boss - Hugo Boss

4- Kouros - Yves St Laurent

5- Chrome - Azzaro
6- Eau Sauvage - Dior
7- Cerruti 1881

8- Acqua di Gio - Giorgio Armani

9- La Nuit de l'Homme - YSL
10- Dior Homme Sport





Rue Mouffetard, La Mouffe
Paris Antes e Depois
A Exposição Universal de 1889 em Paris

As Margens do Sena
Canal St Martin
Reveillon em Paris
14 de Julho em Paris
Nuit Blanche Paris
Parques e Jardins de Paris
Passagens Cobertas de Paris
Um Passeio pelo 5eme
Bairro da Bastille
Um passeio pelo 13éme Arrondissement
Les Halles, Chatelet et Beaubourg
Jardin du Luxembourg
Opéra e Madeleine
Chaillot e Trocadero
Tuileries
Tour Eiffel e Invalides
Saint Germain des Prés
Museus de Paris
Cemitérios de Paris

Av. des Champs Elysées
Ile St Louis
Quartier Latin
Montmartre
Montparnasse
Marais
Igrejas de Paris
As Mais Belas Catedrais da França
Pontes de Paris
Ile de La Cité

Giverny
Vale do Loire
Saint Malo
Cancale

Mont Saint Michel

Lourdes
Caminho de Santiago na França
Saint Jean Pied de Port  

Mercados de Natal na França

Os Hotéis mais Luxuosos da França
Os Melhores Spas e Hammams de Paris