15 de nov de 2010

Bordeaux - Região Aquitaine



A cidade de Bordeaux fica no departamento de la Gironde e é a capital da região Aquitaine. Margeada pelo Rio Garonne, é o porto mais antigo da França.



Foi erguida por romanos, passou pela dominação inglesa, foi toda cercada por muros e viu os efeitos da Revolução Francesa em suas igrejas depredadas.




Totalmente reconstruída no século 18 e já sem as muralhas, só ganhou uma ligação com o resto do mundo cem anos depois, quando Napoleão mandou construir a Pont de Pierre (foto acima), (Ponte de Pedra), seu cartão-postal definitivo. Ela tem tantos arcos quanto as letras do seu nome.


Conhecida como a capital do vinho, e também como "La Région de Bien Manger et de Bien Vivre" (região do comer bem e do viver bem). Suas vinhas são famosas desde o século XVIII.



Depois que os romanos plantaram os primeiros vinhedos na região, viram que as condições ali eram excelentes, tanto do clima quanto do solo, para o desenvolvimento de vinhedos. A base geológica do solo da região é de pedra calcária, o que representa um solo rico em cálcio. Os cursos dos rios Garonne e Dordogne, que irrigam a terra, e o clima litorâneo, que propicia umidade à atmosfera, concorrem para a criação de um ambiente quase perfeito para a cultura de vinhedos.


As castas de uvas merlot, cabernet franc e cabernet sauvignon predominam e dão origem a principalmente vinhos tintos secos e encorpados. Bordeaux tem 117 mil hectares de vinhas e produz 6,85 milhões de hectolitros por ano, o equivalente a 850 milhões de garrafas.



Produz alguns dos vinhos mais famosos e caros do mundo, é um império que produz 650 milhões de litros extraídos a partir de cerca de 120 mil hectares de vinhedos. Clássicos como Château Margaux, Lafite, Haut-Brion e Cheval Blanc, são originários desse local. A região produz muitos tintos e brancos que conquistaram sommeliers de todo mundo.

Um amante de vinhos poderá passar sua vida inteira em Bordeaux explorando todas as denominações (appellations) e comunas (communes) e pode não conseguir degustar todos os rótulos. Bordeaux produz 10% de todo o vinho francês, correspondentes a 26% do todo vinho AOC francês (são 57 AOC só em Bordeaux) .



























A grande maioria é de tintos secos, mas 15% são vinhos brancos secos e 2% são brancos doces. Os preços variam de baratos (genéricos, mas nem por isso, ruins), a absurdamente caros.




Vinhos de Bordeaux nas Galeries Lafayette, Paris





Desde maio de 2010, a Vinoteca das Galeries Lafayette Paris Haussmann tem um novo espaço: a Bordeauxteca, com 250 m² exclusivamente dedicado aos vinhos de Bordeaux

São 12.000 garrafas que fazem da Bordeauxteca a mais bela cave de Bordeaux no mundo.

Novos Grands Crus excepcionais de Bordeaux: Lafite-Rothschild, Latour, Margaux, Mouton-Rothschild, Haut-Brion, Mission Haut-Brion, Cheval-Blanc, Petrus e Yquem estão expostos em um espaço criado especialmente para essas preciosidades e cada um deles poderá ser degustado.

Entre esses vinhos há algumas garrafas mitológicas tais como o Mouton 1945 ou Yquem 1899, e uma seleção inédita em formatos especiais: meia-garrafa, Magnum, Double Magnum, Jéroboam, Impériale e Nabuchodonosor. Os vinhos a preços mais acessíveis, a partir de 3,90 €uros, serão encontrados no mesmo espaço e também novidades e outras promoções. Uma equipe de sommeliers poliglotas aconselhando a clientela.


A cidade de Bordeaux apresenta magníficas fachadas do século XVII ao longo do rio e com um centro histórico para se descobrir passeando à pé pelas suas ruas.

Quando a prefeitura resolveu construir o metrô subterrâneo, encontrou tantos vestígios milenares durante as escavações, que o governo municipal desistiu e decidiu fazer um trem de superfície.


Como Chegar


Gare de Bordeaux

Bordeaux fica a 498 km de Paris , 3 horas pelo TGV, (saindo da Gare Montparnasse), 172 km de Pau, 220 km de Toulouse, 170 km de Biarritz, 202 km de Saint-Sébastien (Espanha) e 51 km de Arcachon. A gare Saint-Jean fica a 10 min do centro da cidade, e recebe por ano mais de 4 milhões de pessoas. A melhor coisa em ir de trem, é que você chega no centro da cidade.

O Aeroporto internacional de Bordeaux (situado em Mérignac, a 12 km do centro da cidade) recebe em média 3 milhões de viajantes por ano. Mais de 140 vôos diários ligam Bordeaux à 60 cidades no mundo. O vôo Paris-Bordeaux dura 1 hora.

Comércio

Dois grandes eixos atravessam a parte histórica da cidade: a rua Sainte-Catherine que corta a cidade do Norte ao Sul e o Cours Victor-Hugo, prolongado pela ponte de pedra que corta a velha cidade.


A rua Sainte-Catherine, rua para pedestres de cerca de 1.300 metros, liga a Place de la Comedie e a Place de la Victoire, onde situam-se ainda velhas construções e a Universidade de Bordeaux.




Bordeaux é repleta de bons restaurantes, pequenos bistrôs e cafés ao ar livre. Recantos bem cuidados, fontes, praças e um comércio bem ativo. Lojas de griffe, vestuário e decoração estão presentes por todos os lados.


Um destaque para as lojas e mercados de vinhos, como o L'Intendant que é uma biblioteca em memória do vinho de Bourdeaux. A escada em forma de espiral, de 12 metros de altura, é circundada por estantes onde estão armazenados vinhos dos mais variados tipos: os preços e as classificações vão subindo de acordo com os degraus.



São 15 mil garrafas de 1200 vinhos diferentes, com preços a partir de 3,80 euros, podendo chegar a 11 mil euros (uma garrafa de seis litros de Chateau Petrus, safra 1998). Esta garrafa está no último andar da biblioteca, entre os vinhos raros. O L´Intendant é um point de turistas. O endereço é: 2, Allées de Tourny.

Quem quiser conhecer a cidade de Bordeaux pode pegar um bondinho que liga as duas margens do rio, unidas também pela Pont Pierre. É um local de onde se tem uma das mais belas vistas da cidade e do porto.

Passear pelas margens do Garonne é um dos passatempos preferidos dos moradores, que enchem a orla de bicicletas (700 km de pistas) e patins. Passeios de barco também fazem parte das preferências.

Mas Bordeaux é muito mais. Mescla a modernidade com prédios e monumentos que remetem ao passado da França e da origem da Aquitânia, uma história cheia de lutas e conflitos.




Place de la Victorie 



Se conecta a vários pontos da cidade, com a estação de trem (pela Cours de la Marne) e à Place de la Comedie (pela rua de pedestres Rue Sante Catherine). Essa praça e os seus arredores são o bairro dos estudantes de Bordeaux. Animada pelo numerosos bares que a cercam, é um lugar de espectáculos, de concertos e de diversas manifestações que atraem os jovens . A partir de 2005, duas obras foram instaladas: um obelisco e duas tartarugas gigantes ; ambas dedicada à glória do vinho.



Place de QuinconcesA maior praça da Europa






Clima 

O clima da região Aquitaine é do tipo oceânico, que se caracteriza por invernos suaves e verões quentes. As temperaturas médias são de 6,4 °C em janeiro e 20,9 °C em agosto com uma média anual de 13,3 °C.



Mercados





Domingo é dia de feira em Bordeaux. O Marché des Quais (Quai des Chartrons) é um paraíso para os gourmets e um ótimo lugar para comer ostras frescas, degustação, flores, bouquinistes, artesanato - das 8 as 14 horas


Marché St.-Michel (perto da Igreja de St.-Michel, das 8h às 14h). Situada em um bairro em grande parte norte-africano de mesmo nome, a feira é um mistura de malas antigas, sucata, rádios dos anos 50 e placas antigas de rua francesas.



Refeições nos "Chateaux"
O termo "chateau", que nos faz imaginar um castelo, muitas vezes pode ser uma casa grande ou uma casa modesta, já que, pela lei francesa, chateau é uma casa com um vinhedo integrado, com um número determinado de acres, produzindo vinho.




Hoteis

Seekoo - O nome significa iceberg na língua dos esquimós canadenses, tem esse nome porque a fachada inteirinha é feita de Corian, material sintético lisinho e macio. O interior é tão moderno quando o exterior: tetos laqueados pretos, muito cromo e branco e preto e vermelho. Em algumas das vidraças floor-to-ceiling estamparam (como se fosse silkscreen) grandes fotos dos velhos armazéns de vinho e dos guindastes do porto. Diárias de 180 a 360 euros sem café-da-manhã.

O luxuoso hotel Le Régent localizado em frente a Opéra

Hotel Majestic em pleno centro da Bordeaux histórica.

Opções mais baratas: 
 


Hôtel Studio, 26 Rue Huguerie. Perto da Place de Tourny. Diária de 33 a 45 euros (alta estação), café da manhã 5 euros. Quarto triplo a 55 euros. Bem localizado, com TV a cabo. Recomenda-se fazer reservas com antecedência.


Várias opções de hotéis baratos em Bordeaux no anúncio aqui no blog de albergues, hostels e hotéis low coast


Bairros

A cidade é dividida em oito bairros: Bordeaux maritime, Grand Parc - Paul Doumer, Centre ville, Victor Hugo - St Augustin, St Michel - Nansouty - St Genès,
Bordeaux Sud, La Bastide, Caudéran.

Bordeaux maritime - Neste bairro, o maior de Bordeaux, tudo começa em redor do Lago, pulmão verde da cidade, mas também zona de atividades importantes em redor do Parque das Exposições e o Palácio dos Congressos.

O bairro Grand Parc - o rio e os seus cais emblemáticos, o jardim público, os 8 hectares de verde do Grande Parque, o parque " Rivière" . Entre cais e alamedas, o bairro é percorrido por 2 linhas de " tramway".

Centre ville - Centro histórico de Bordeaux, mas também bairro de compras, passeios dominicais,

De Victor Hugo à Santo Augustin, um bairro muito comercial e cosmopolita aonde, desde a época medieval, como os nomes de ruas atestam, os " pequenos métiers" se instalaram por lá.

St Michel - Nansouty - St Genès - este é um dos bairros mais animados da cidade . Uma mistura de festas de estudantes, brocantes em st-Michel, passeios no parque des Berges, passeios no Mercado Real….

Esplanade des Quinconces - ocupa uma área de 12 hectares. Do século 19, esta grande área verde ostenta o Mémoire des Girondines, monumento que lembra os Girondinos, grupo político cujos integrantes perderam suas cabeças durante a Revolução Francesa. Sua enorme fonte é um dos cartões postais de Bordeaux. Atualmente no local acontecem os festivais de música durante o verão.


O que Ver

Grand Théâtre Na Place de la Comédie. Foi construído no final do século 18, em estilo Neoclássico. Não é permitida visitação. Seguindo em direção ao rio, à sua direita, está a charmosa praça Place de la Bourse. Construída também no século 18, é um dos lugares mais bonitos da cidade, com seus dois belos prédios, o Palais de la Bourse e o Hôtel des Douanes.

Musée d'Art Contemporain Arc en Rêve 7, Rue Ferrère. Abre 11h-18h, quartas até 20h, fechado as segundas-feiras. Entrada 4,50 euros, gratuito para estudantes e no primeiro domingo de cada mês. Visitas guiadas sábaados e domingos as 16h e quartas-feiras as 12h30. O espaço do museu foi construído em 1824 para estocar produtos importados e exportados das colônias. Seu acervo não é fixo, apenas exposições temporárias distribuídas nos seus 3 andares.

Musée d´Aquitane 20, Cours Pasteur. Está aberto de terça-feira a domingo das 9h as 18h, fecha às segundas-feiras. Entrada 3 euros e 1,50 (estudante), gratuito às quintas-feiras. Achados arqueológicos do período pré-romano. Coleção de pinturas, esculturas e outras obras.

Musée des Beaux-Arts 20, Cours d'Albert. Aberto todos os dias das 11h-18h, quartas-feiras até 20h, fechado as terças-feiras. Entrada 4,50 euros e 2,30 (estudante), incluindo exposições temporárias. Só para a exposição permanente, 3 euros e 1,50 (estudante). Visitas comentadas às 16h. Coleção de pinturas alemãs e italianas do século 17, incluindo obras de Delacroix, Renoir e Matisse.

Place Gambeta Praça com lindos jardins e um movimento intenso de pessoas. No passado, foi palco de muitas execuções na guilhotina. Nela está a Porte Dijeaux, um dos poucos portões do século 18 que ainda restam na cidade.

Quartier Jardin Public Belíssimo jardim criado no século 18. Inclui o Musée d'Historie Naturelle, aberto 11h-18h, sábados 14h-18h, fechado terças-feiras, e o Jardin Botanique, aberto das 8h as 18h.

Cathédrale Saint-André Place Peyberland. Aberta 7h30-11h30, domingos até 12h30 e 14h-18h. Construção gótica do século 11. Com a imponente Tour Peyberland.

Synagogue Rue du Grand Rabbin Joseph Cohen. Aberta de segunda-feira a quinta-feira das 17h as18h30. Construída no século 19. Durante a Segunda Guerra foi tomada pelos nazistas, que a transformaram em uma prisão.

Cours Georges Clemenceau tem várias lojas e excelentes cafés. Há alguns centros comerciais, como Centre Commerciale Meriadeck. Numerosos chateaux lhes acolherão nas suas salas para os almoços ou jantares. De simples refeições a jantares sofisticados, existe sempre um local correspondente aos seus desejos. O jantar poderá ser incrementado de uma iniciação a degustação ou de outra animação de acordo com sua conveniência (músicos clássicos, trovadores, orquestra de dança, clowns, etc)

A Maison du Vin (1, Cours du 30 Juillet) tem informações sobre visitas nos castelos, além de oferecer cursos de iniciação de degustação de vinhos, em francês e inglês, por 2 horas, duas vezes por semana de junho a agosto, por 15 euros. Aberta de maio a outubro, de segunda-feira à sexta-feira, das 8h30-18h30 e ainda oferece degustação de vinhos às 11h no local.

Um jantar-cruzeiro no Garonne, em direção ao estuário, é uma recordação para a vida toda!

Passeios fluviais - Saindo do Quai Louis XVIII, em frente a Quinconces, os barcos Aliénor, Burdigala, Ville de Bordeaux e outros, oferecem passeios fluviais e cruzeiros contornando as fachadas do século XVIII.

No verão Bordeaux recebe muitos turistas, e caso não faça reserva antecipada, pode ser difícil encontrar vaga nos hotéis.




Manifestações Culturais

Salon des Antiquaires (janeiro)

Carnaval des deux rives (início de março)

Foire aux plaisirs (3 últimas semanas de outubro e 3 primeiras semanas de março) na place des Quinconces

Escale du livre (final de março, início de abril)

Festival coupé court (abril), festival de curta metragem

Foire internationale de Bordeaux (maio)
Chahuts (festival de contos e arte da palavra) (meados de junho, no bairro Saint-Michel)
Fête du vin (place des Quinconces), 4 dias de quinta-feira a domingo, fim de junho, nos anos pares)
Fête du fleuve (4 dias, no fim de junho, nos anos ímpares, em alternância com a fête du vin) : barcos e música.
Les Épicuriales (quinze dias no final de junho) : gastronomia
Dansons sur les quais (julho e agosto, sur les quais)
Festival international du cinéma au féminin (octobre)
Art Chartrons, Parcours de l'Art Contemporain à Bordeaux, se tient deux fois par an à l'automne et au printemps
Marché de Noël de fim de novembro a fim de dezembro




Fête du Vin
Realizado de forma bienal desde 1998, o evento promove um mergulho nos sabores da região, a um preço bem acessível, mesmo para quem não recebe em euro. Este ano aconteceu em junho, o próximo será em 2014.




Às margens do rio Garonne, ao lado de construções históricas do século 18, há um "caminho do vinho": trecho de dois quilômetros que os visitantes percorrem tomando vinhos das maiores vinícolas e de dezenas de regiões produtoras de Bordeaux, como Saint-Emilion, Pomerol, Fronsac, Médoc e Graves.

Um passe de degustação, vendido por 15 euros, dá direito a uma taça e a 12 provas de vinho. Além disso, o visitante ganha cupons de descontos e vale-presentes. O horário do "caminho do vinho" é de 11h à meia-noite.


Todos os anos a cidade se enfeita de luzes e são instalados uma centena de stands de madeira para a venda de todos os tipos de produtos: produtos regionais como foi-gras e vinhos, perfumes, decoração de Natal, e também animações para as crianças.





Saint Emillion

Saint Emilion, pequena aldeia de Bordeaux, mundialmente conhecida pelos seus vinhos, deve o seu nome a um santo bretão, Emilion, que vivia em uma caverna e que morreu em 767.

Seus monumentos antigos, em especial uma igreja “monolítica”, inteiramente cortada no rochedo, construída durante 50 anos entre os séculos IX e XII, a partir de cavernas que serviram de moradias a povos pré-históricos. Ela recebe cerca de 80 mil visitantes por ano.
Dentro da igreja, pode-se visitar o lugar onde era o cemitério dos monges, um local cheio de símbolos gravados na pedra. Também estão ali sinais dos templários, túmulos de nobres e catacumbas que datam da época de Carlos Magno.


Um dos vestígios da passagem de St. Emilion é uma "cadeira" aonde ele sentava para meditar.

O office de turismo local recebe em torno de dez cartas por ano de mulheres que dizem ter engravidado depois de se sentar na cadeira de Saint-Emillion, que é conhecida também como Assento da fertilidade.













Entre os seu vinhos mais famosos estão: Saint Emilion, Montagne Saint Emilion, Puissegain-Saint Emilion, Lussac-Saint Emilion...















Gastronomia


De Béarn au País Basco, das Landes a Bordeaux, a Aquitânia é uma autêntica festa da mesa, com as suas tradições e os produtos da sua terra. 

Cannelé - um bolo pequeno de casca crocante e recheio macio.






O "foie gras", o magret de pato, a "garbure" (sopa espessa de couve), a pulard a Enrique IV (diz-se que este monarca queria que os franceses comessem este prato todos os domingos), o fiambre de Bayona e o caviar de Gironde são produtos característicos de uma das melhores cozinhas de França, sem esquecer os vinhos com Denominação de Origem de grande qualidade. Seus maravilhosos numerosos licores de noz, de ameixa, de framboesas acompanham suas sobremesas.



Veja também:
Lourdes
Saint Jean Pied de Port
Caminho de Santiago na França
Biarritz
Pau, Aquitaine e País Basco Francês


Vale do Loire
Plages de Debarquement
Saint Malo
Cancale

Mont Saint Michel

Doce França e Paris - Dicas de Viagem

Rio de Janeiro La Ville Merveilleuse

14 de Julho em Paris
Sugestões de Hoteis em Paris
Reveillon em Paris

Páscoa na França
Strasbourg
Mercados de Natal na França

Culinária Francesa
Receitas

Queijos
Vinhos
Músicas Francesas

Saint Tropez
Cannes
Nice
Marseille

Saudações
Pedindo Informações
Ao Telefone
Fazendo Compras
No Médico
Mais Frases Úteis
Tempo, Hora e Data
Amor e Paquera
No Trabalho
Datas Especiais, Mensagens de Aniversário e Natal
Viagem
Correspondência
Ditados Populares e Expressões em Francês
Conversando e Expressões em Francês
Expressões de Futebol

Regiões e Departamentos da França




9 comentários:

  1. Muito interessante todas informações e sugestões listados acima. Me deixou com mais entusiasmo para conhecer!!!
    Eu e meu marido estamos indo para França final de abril e reservamos 2 noites em Bordeaux ou região, no entanto gsataríamos de ficar hospedados numa vinícola, por gentileza, você teria alguma para os sugerir!?
    Agradeço, Waleska
    waleskabressan@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Waleska,
    Respondi no seu email
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ola anna , ficarei 3 noites em bordaux em setembro, e gostaria muito de hospedar-me em uma vinicula, alguma sugestao? obrigado, Augusto.

    ResponderExcluir
  4. Oi Augusto, só conheço um que fica a 45 km de Bordeaux. Dê uma olhada:
    http://www.hotel-restaurant-gironde.com/Francais--La-region.phtml
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Anna.
    Vou a Bordeaux no fim de Março, estava procurando hostels baratos, mas não tinha encontrado até agora, pois o único que conhecia era o albergue da Juventude, que está em reformas..
    Eu estarei viajando sozinho, e a maioria dos quartos que encontrei são duplos, e teria que pagar por duas pessoas..
    =/
    Pelo que ví, uma opção barata seria esse Hotel De Famille, só que não sei como fazer reserva, esse hostel nao tem site, email, nada..
    Tu tinha como me dar um help.

    raphaelscf@hotmail.com

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Olá Anna.
    Vou a Bordeaux no fim de Março, estava procurando hostels baratos, mas não tinha encontrado até agora, pois o único que conhecia era o albergue da Juventude, que está em reformas..
    Eu estarei viajando sozinho, e a maioria dos quartos que encontrei são duplos, e teria que pagar por duas pessoas..
    =/
    Pelo que ví, uma opção barata seria esse Hotel De Famille, só que não sei como fazer reserva, esse hostel nao tem site, email, nada..
    Tu tinha como me dar um help.

    raphaelscf@hotmail.com

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raphael,

      Vejas várias opções baratasem Bordeaux na página
      http://www.auberges.com/France/Bordeaux

      Um abraço,
      Anna

      Excluir
  7. Anônimo23/6/13

    anna adorei seu blog. Irei para Bordeaux em setembro e tiha deixado 2 dias porem acho que terei de estender minha estadia depois de ler os lugares maravilhosos que vc passou;
    Bjs
    Silvia Santos SP Brasil
    email: audimar.auditoria@uol.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Sílvia
    Obrigada pelo seu comentário!
    Se tiver alguma dúvida que eu possa ajudar, pode escrever para o meu email annafrj@hotmail.com
    Bjs
    Anna

    ResponderExcluir