24 de mai de 2011

Um Passeio pela Paris Medieval


A Paris Medieval

Conciergerie
Desde a Idade Média, Paris surge como uma cidade potente e os bairros vão se desenhando. Comercial na margem direita, com o mercado Les Halles; a Cité sede do poder político e religioso; e a margem esquerda universitária e intelectual. Em suas ruas se escondem os tesouros da Paris Medieval.



Cluny





No coração do Quartier Latin, o Museu Nacional da Idade Média é instalado dentro de dois monumentos excepcionais: as termas gallo-romanas(séculos I e III)e do Hotel de Cluny (final do século XV). 6, place Paul Painlevé, 5eme. Ingressos em 2015: 8 euros



Hôtel de Sens


O nono arcebispo de Sens, Tristan de Salazar, decidiu a construção desse Hotel em 1475 e só foi concluída em 1519. É por isso que a sua arquitetura é uma transição da Idade Média e a Renascença. Atual Bibliothèque Forney, 1 rue du Figuier, 4eme.


Collège des Bernardins


Construído no século XIII (1245-1248) para aperfeiçoar a educação de jóvens cristãos. A admirar a sua grande nave e suas 32 colunas. 20, rue de Poissy, 5eme.


Rue des Barres


Essa pequena rua no 4eme, não muito longe do Hotel de Ville, já existia em 1250. Deve o seu nome ao antigo moulin (moinho) des Barres que dava sobre o Sena. Começa na altura do número 62 da Rue d'Hotel de Ville e termina na altura do número 14 da Rue François-Miron.


Conciergerie


Nas margens do Sena, a Conciergerie é o principal vestígio do antigo Palais de la Cité. Foi a residência e a sede do poder dos reis da França do século X ao século XIV. A partir de 1392 se tornou prisão. Foi daqui que Maria Antonieta saiu em 1793 para morrer na guilhotina. Atualmente é o Palácio da Justiça de Paris. Quai de l'Horloge, 1er arrondissement. Preço 2015: 8,50 euros.



Igreja Saint Séverin


No Quartier Latin, essa igreja gótica foi construída do século XIII ao século XV, e acolhia um antigo cemitério. 3, Rue des Pêtres Saint Severin, 5eme.


Muralha Louis-Philippe


Muralha construída no século XII para proteger Paris, tem ainda alguns vestígios na cidade. Rue des Jardins-Saint-Paul, 4eme. Metrô Sully-Morland ou Pont Marie. 



Chateau de la Reine Blanche


O Castelo da Rainha Branca, Marguerite de Provence, viúva de Saint Louis, foi construído en 1290 às margens do Bièvre. Ele está escondido em uma pequena ruela, atrás da Manufacture des Gobelins, entre as ruas Barbiers du Mets, Gustave Geoffroy e Rue des Gobelins, 13eme.



Sainte-Chapelle


Obra-prima da arte gótica, a Sainte-Chapelle foi construída na Ile de la Cité a pedido de Saint Louis para acolher a coroa de Cristo, uma parte da Santa Cruz e outras relíquias. Igreja maravilhosa, nenhuma foto lhe faz jus. 4, Boulevard du Palais, 1er, entrada paga (8,50 euros em 2015)


Gobelins



No bairro do Gobelins, no 13eme, o caminhante encontra lugares como este pátio e esta passagem. Vestígios medievais, que datariam do ano de 1500.


Notre Dame



A Catedral Notre-Dame de Paris, é a maior testemunha da Paris medieval. Sua construção começou em 1163 e terminou em 1345. Ornando o seu portal, estátuas representam santos parisienses. Saint Denis decapitado, levando a sua cabeça e cercado de dois anjos.


Casa de Nicolas Flamel



No 3eme arrondissement, se encontra ainda a casa de Nicolas Flamel, que diz-se, tinha o segredo da pedra filosofal e transformava o chumbo em ouro. Esta residência era destinada a acolher os miseráveis da época aos quais Nicolas Flamel oferecia abrigo e refeição. 51, Rue de Montmorency. Metrô Rembuteau ou Étienne Marcel.



Igreja Saint-Germain-l'Auxerrois 


Em frente ao Louvre, sua origem remonta ao século XII. Infelizmente não resta nenhum traço visível do período romano. O portal da entrada principal, data do século XIII. 1er arrondissement, Metro Louvre-Rivoli ou Pont Neuf.



Vincennes


Construido entre 1337 e 1373 às portas de Paris, Vincennes é o maior château real francês existente. Seu torreão de 52 metros, com os apartamentos reais, teve importantes restaurações ao longo dos últimos anos. Metrô. Chateau de Vincennes. RER A: estação Vincennes.



Tour Jean-sans-Peur



Construída entre 1409 e 1411 pelo duque de Bourgogne, a Tour Jean-sans-Peur fica na rue Étienne-Marcel no 2eme arrondissement. A sua abóboda tem uma magnífica decoração vegetal. 20, Rue Étienne Marcel, 2eme. Metrô: Étienne-Marcel. Tarifas 2015: 5 euros e 8 euros visita guiada. Mais detalhes em:Tour Jean sans Peur



Casa do Século XV
No 4eme arrondissement, na esquina da Rue des Barres e Rue du Grenier-sur-l'Eau, se esconde uma casa do século XV.






Rue des Ursins e Rue des Chantres

Poucas ruas conservam a lembrança da época medieval da Ile de la Cité, pois a maioria foi destruída no século XIX pelos trabalhos de Haussmann. 


Dizem que nessa Rua morava o tio de Heloisa (Abelardo e Heloisa). Veja a história em Amores Célebres na França





Como chegar: na Rue Cloitre Notre-Dame (ao lado da catedral), entre na Rue Chanoinesse.










Nenhum comentário:

Postar um comentário